Operação da Polícia Federal determina quebra de sigilo bancário de investigados e bloqueio de valores depositados em contas correntes

A Polícia Federal deflagrou, em conjunto com a Polícia Militar do Estado da
Paraíba, na manhã desta quinta-feira (27), a Operação SNAP, com objetivo de cumprir
cinco mandados de prisão preventiva, um mandado de prisão temporária e oito
mandados de busca e apreensão, todos expedidos pelo Juízo de Direito da Vara de
Entorpecentes da Comarca de João Pessoa/PB. Também foi deferido o afastamento de sigilo bancário de investigados e determinou o bloqueio de valores depositados em contas correntes.

A Operação, que contou com a participação de aproximadamente 100 policias do litoral ao sertão do Estado da Paraíba, tem por finalidade desarticular o Núcleo, comandado do interior de estabelecimentos prisionais por uma das principais lideranças de Facção Criminosa do estado, responsável pelo tráfico de cocaína e crack em toda a Paraíba.

Ao final dos trabalhos, foram cumpridos quatro mandados de prisão preventiva, um
mandado de prisão temporária e oito mandados de busca e apreensão, bem como foi
lavrado um auto de prisão em flagrante, em razão de ter sido encontrado drogas e uma pistola calibre .380 que pertenceriam a um dos alvos da operação.

O material entorpecente foi encontrado em dois imóveis em João Pessoa/PB, sendo
aproximadamente 03 (três) quilos de cocaína e (200) duzentos quilos de maconha.

Além dos 05 (cinco) mandados de busca e apreensão cumpridos em João Pessoa, foram cumpridos outros três mandados em Cajazeiras.

Uma pessoa não foi encontrada, e contra ela resta um mandado de prisão preventiva em aberto.

Não haverá entrevista coletiva. 

Fonte Click PB

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: