Processo seletivo realizado por partido para escolha de pré-candidato à Prefeitura de João Pessoa classifica quatro pessoas para entrevistas

Em fevereiro deste ano, o partido REDE Sustentabilidade iniciou o processo seletivo, de forma inédita, denominado de ?Procura-se Prefeito ou Prefeita para João Pessoa?. Inicialmente, os pretendentes à vaga de pré-candidato da legenda para as eleições municipais de 2020 fizeram inscrições no site do concurso, que registrou quase 50 inscritos. Agora, os finalistas passarão pela última etapa. O nome deve ser apresentado no final de junho. 
 
Os finalistas passaram por três etapas de seleção: preenchimento correto do formulário de inscrição, bem como, o envio necessário de documentos para a comprovação dos critérios exigidos pela REDE; avaliação dos currículos e por fim, a etapa de entrevistas. Entre os pré-requisitos estava ter ?Ficha Limpa?, experiência em Gestão Pública, conhecer a Capital e seus problemas. 

Ao longo de quatro meses, os pré-candidatos apresentaram seus currículos e intenções para uma comissão avaliadora. Além disso, também passaram por processos de filiação ao partido e capacitação on-line. Atualmente o processo seletivo está na fase final. Quatro pessoas foram selecionadas. Essas passarão por entrevistas com dirigentes do partido e da comissão avaliadora, pois de lá sairá o escolhido pré-candidato do REDE e apresentado à sociedade até o final de junho. 

Um dos finalistas é o tenente-coronel Vilmar Dias de Oliveira, do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba que tem 26 anos de serviço na corporação. Tem experiência como gestor público em funções de comando de unidades e foi Diretor Financeiro CBMPB. Tem 46 anos, possui especialização em Administração Pública e doutorado na área de Gestão e Segurança Pública realizado no ano de 2014, na cidade de São Paulo. 

?O que levou a participar do processo seletivo foi justamente a publicidade realizada pelo REDE em abrir a oportunidade para o cidadão se inscrever e ter seu nome apreciado, e não apenas acontecer um conchavo político e o partido apresentar um candidato, que quase sempre é parente de algum outro político?, frisou. 

Entre as propostas para a cidade de João Pessoa estão: 

Gestão Pública (Valorização do Servidor, Diminuição de Cargos Comissionados e Eficiência da Gestão); 

Realizar Interação entre Municípios da Região Metropolitana, Governo do Estado e Federal (estabelecendo diálogo e parcerias); 

Ênfase na Economia Criativa (Valorização Cultural e Artes); 

Turismo (Qualificar e Desenvolver o potencial turístico da cidade e região);

Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (implantação de planos viáveis e ?recuperação de rios e áreas verdes?); 

Infraestrutura (Mobilidade Urbana, Coleta e Destinação de Resíduos, Saneamento, Praças, Centros Comerciais e Mercados Públicos); 

Ações Presenciais e Efetivas de Defesa Civil, Assistência Social e Desenvolvimento Humano (Habitação, Inclusão Digital, Comércio Informal);

Saúde (Melhoria do Atendimento Especializado e Distribuição de Medicamentos e Materiais); 

Educação (Ampliação da Rede de Ensino Integral e de Qualidade); 

Controle Interno (Efetivar o Combate Contra Corrupção); 

Segurança Pública (participar na Competência do Município e Valorização da Guarda Municipal) 

Fonte G1 Política

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: