Prefeito de Patos consulta TCE para saber se deve continuar pagando salário de Dinaldinho Wanderley e servidores afastados

O prefeito interino de Patos, Ivanes Lacerda, protocolou uma consulta no Tribunal de contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) para saber sobre a possibilidade de a Administração Pública continuar a remunerar os servidores efetivos e os agentes políticos afastados das funções públicas, por determinação judicial. 

De acordo com o blog do Jordan Pereira, o prefeito afastado de Patos, Dinaldinho Wanderley, solicitou a prefeitura de Patos o pagamento dos salários de prefeito de todo o período em que está afastado da função, que são 23 meses. Com o salário a R$ 17 mil, a prefeitura teria que pagar R$ 391 mil a Dinaldinho para colocar os pagamentos em dia.

Após o pedido, a prefeitura de Patos está consultando o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) para saber se o pagamento seria legal.

Dinaldinho Wanderley alega que não há condenação contra ele, e que, por isso, teria direito a continuar recebendo salário, mesmo afastado. Já o prefeito interino de Patos, Ivanes Leitão, disse que aguarda a resposta do TCE-PB e vai pagar o subsídio ou não, de acordo com a decisão do Tribunal.

Confira o documento na íntegra abaixo:

Fonte G1 Política

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: