Pesquisa mostra que taxa de analfabetismo na Paraíba fica estável em quatro anos e é a 2ª maior do país em 2019

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domícilios Contínua (Pnad C), módulo ‘Educação’, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta quarta-feira (15), aponta que a taxa de analfabetismo entre as pessoas de 15 anos ou mais de idade no ano de 2019, na Paraíba que foi de 16,1%, representa a 2ª maior do Brasil. O levantamento do último ano apresenta diversas informações, como frequência aos diferentes níveis de ensino, anos de estudo e escolaridade, com o objetivo de retratar a realidade do sistema educacional brasileiro.

A taxa paraibana, que em 2018 era a 4ª maior do país, em 2019, só foi menor do que a observada em Alagoas, de 17,1%, além de ter ficado quase 10 pontos percentuais acima da média brasileira(6,6%) e ter sido maior do que a observada na região Nordeste (13,9%). Na comparação com o início da série, em 2016, quando o indicador era de 16,3%, e com o registrado em 2018, de 16,1%, o percentual permaneceu estável. 

No ano pesquisado, havia cerca de 508 mil pessoas analfabetas no estado, com uma taxa maior entre homens, de 19%, enquanto no grupo feminino essa proporção era de 13,5%. O mesmo cenário de diferença foi observado nacionalmente, mas em menor escala, com taxa de analfabetismo masculina de 6,9%, e de 6,3% entre as mulheres. 

A pesquisa indicou ainda que a taxa de analfabetismo era maior entre pessoas pretas e pardas (18%), do que entre brancas (12,2%). A mesma disparidade foi observada na média nacional ? com taxas de 8,9% para o primeiro grupo e de 3,6% para o segundo ? e regional, com proporções de 15% e 10,4%, respectivamente. 

A Meta 9 do Plano Nacional de Educação (PNE), instituído em 2014, determinou a erradicação do analfabetismo no país até o fim da vigência do plano, em 2024, desafio a ser superado, tendo em vista as taxas mais elevadas no Nordeste e Norte e a tendência de estabilização no Centro-Sul. 

Já na faixa-etária de 60 anos ou mais, a taxa de analfabetismo na Paraíba é ainda maior, de 38,3%, alcançando mais do que o dobro da média brasileira, de 18%, e um pouco acima da proporção Nordestina, de 37,2%. Apesar disso, embora o indicador tenha permanecido estável em relação a 2018 (37,8%), foi constatada queda frente a 2016, quando era de 42,2%.

Nesse grupo, o analfabetismo atinge 45,1% dos homens e 33,1% das mulheres, no estado. Além disso, entre as pessoas pardas, de 60 anos ou mais, é de 43,6%, ao passo que entre as brancas é de 28,1%.

Fonte Click PB

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: