Nilda Gondim revela apoio a reeleição de João Azevêdo e anuncia que deixará vida política após fim do mandato como senadora

A senadora Nilda Gondim (MDB) reafirmou hoje que conclui, com o mandato no Senado Federal, sua trajetória política. E quer deixar como um dos seus legados a Casa da Mulher Brasileira, que funcionará no Centro Histórico de João Pessoa acolhendo e viabilizando uma nova vida para mulheres vítimas de violência.

A revelação foi feita em entrevista concedida ao programa Correio Debate. Ela também reafirmou apoio a reeleição do governador João Azevedo, que tem tido suporte de seu mandato.
?Minhas emendas e as de Veneziano Vital atenderam todos os 223 municípios paraibanos?, informou Nilda Gondim.

Uma delas foi direcionada para a Casa da Mulher Brasileira, cujo projeto vem sendo desenvolvido em parceria com a Defensoria Pública.

O equipamento acolherá mulheres vítimas de violência com suporte psicológico, de saúde e também criando oportunidades para a independência financeira das mulheres.

?Este será um dos meus legados da minha trajetória no Senado Federal?, antecipou.

A senadora, que votou favorável a continuidade da CPI da Covid e vê negligência do governo Bolsonaro na condução da pandemia, é autora e relatora de diversos projetos que atendem  e ampliam direitos para crianças, mulheres e idosos.

Entre eles figuram trabalho remoto para grávidas e a suspensão de despejos de famílias vulneráveis enquanto durar a pandemia.

Sonho para o futuro

O apoio a João Azevedo não inviabiliza, segundo a senadora, um sonho que deseja ser concretizado: a eleição do senador Veneziano Vital como governador do Estado, reeditando a trajetória do ex-governador Pedro Gondim, pai de Nilda e avô de Veneziano.

?Não é projeto para este instante, mas sonho com essa eleição sim, pois sei que ele será um governador comprometido com o interesse público?, garantiu a senadora.

Ela ainda admitiu a participação de um integrante do seu grupo político na chapa majoritária de 2022.

Fonte G1 Política

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: