Kiu destaca necessidade de maior engajamento no enfrentamento do abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

Dados divulgados pelo Anuário de Violências do Fórum Brasileiro de Segurança pública, mostram que a cada hora 4 meninas, com menos de 13 de anos de idade, são estupradas no Brasil. 

Em relação aos meninos, vítimas dessa violência, a idade mais atingida é entre 4 e oito anos. No ano 2021 os dados do Anuário de Violências do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, revelam que 67% dos casos ocorrem dentro de casa, e 86% são praticados por pessoas conhecidas das vítimas.

Para a advogada e professora de Direito Maria Cristina Santiago (Kiu) ?É preciso voltar um olhar sobre essa ferida aberta e que nos conclama a usar nossa voz em defesa dessas crianças. Esse silêncio precisa ser rompido. É necessário que cada vez mais haja o engajamento no enfrentamento do problema?.

Nesta quarta-feira, dia 18 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. 

A data foi escolhida em razão de um crime que chocou o pais na década de 1973. A morte de Araceli, uma garotinha de 8 anos de idade, que abusada e morta posteriormente na década de 1973. Com a repercussão do caso, houve forte mobilização de movimentos em defesa dos direitos da criança e do adolescente.

A data foi instituída pela Lei nº 9.0970, no ano 2000. A partir de então, passou a ser o dia em que a população brasileira se une contra esse tipo de violência tão atroz. 

Fonte Click PB

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: