Jefferson Kita diz que perdeu eleição indireta porque não ofereceu troca de favores: “não quis entrar nesse jogo”

O presidente da Câmara de Bayeux, Jefferson Kita, disse que perdeu a eleição indireta porque não ofereceu troca de favores para conseguir votos. Ele disse em entrevista ao Arapuan Verdade desta quinta-feira (20) que vai fiscalizar a gestão de Luciene de Fofinho, que foi eleita prefeita de Bayeux, ontem (19).

“Saio de cabeça erguida. Sabemos que eleição indireta é um jogo complicado, de troca de favores e de cargos. Eu não quis entrar nesse jogo, por isso mesmo perdi a eleição. Se eu fosse entrar nesse jogo não republicano de lotear a prefeitura, eu não governaria. Como eu acho que quem assumiu vai ter muita dificuldade”, declarou Jefferson Kita.

Saiba mais

Kita falou de seu retorno à cadeira de presidente da Câmara de Bayeux, após deixar o cargo de prefeito interino. “Como presidente da Câmara eu vou ajudar no que for necessário à cidade. Eu sou uma pessoa responsável. Eu tenho a responsabilidade do meu cargo. No que a prefeita precisar, estou para ajudar no sentido da Câmara aprovar projetos que sejam de interesse da cidade. Mas mantendo a fiscalização, que é prerrogativa do Poder Legislativo, de fiscalizar o Executivo.”

Nas vagas de vereadores de Luciene de Fofinho e Adriano Martins, eleitos prefeita e vice, respectivamente, ficam Lucília de Bel e o Tenente Ricardo.

Fonte G1 Política

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: