Após pedir eutanásia, Alain Delon publica post em tom de despedida

Anthony Delon, filho da lenda do cinema francês e europeu, já havia revelado em entrevista à revista francesa Le Point, que seu pai pediu ajuda para realizar um suicídio assistido. Vale destacar, que terminar a vida por meio da eutanásia também era um desejo da mãe de Anthony e esposa de Alain, a atriz Nathalie Delon, que faleceu aos 79 anos, em janeiro de 2021, ela tinha câncer no pâncreas e escolheu o procedimento, mas acabou morrendo naturalmente antes.

A eutanásia é uma prática que promove uma morte indolor e geralmente é solicitada por pacientes em estado terminal, para aliviar sofrimentos causados por uma doença incurável ou dolorosa, é legalizada em países como Bélgica, Espanha, Holanda, Suíça, Luxemburgo, Canadá e Nova Zelândia. No Brasil, o procedimento é um crime previsto em lei como assassinato.

“Gostaria de agradecer a todos que me acompanharam ao longo dos anos e me deram grande apoio, espero que futuros atores possam encontrar em mim um exemplo não só no local de trabalho, mas na vida de todos os dias, entre vitórias e derrotas. Obrigado, Alain Delon”, publicou a conta do artista de 86 anos.

Em 2017, o veterano anunciou o fim da carreira como ator, aos 81 anos. Em 2019, Alain sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) e chegou a ficar internado por três semanas, desde então, menciona a possibilidade de recorrer ao procedimento na Suíça, onde mora e a eutanásia é permitida.

No ano passado, o astro já havia falado sobre o assunto em entrevista à emissora TV5 Monde, ele reforçou que “é a coisa mais lógica e natural a se fazer a partir de uma certa idade, de um certo momento”.

“Primeiro porque moro na Suíça, onde a eutanásia é possível, e também porque acho a coisa mais lógica e natural. A partir de certa idade, de um determinado momento, temos o direito de dar o fora com calma, sem passar por hospitais, injeções ou coisas assim”, afirmou.

“Envelhecer é uma m****! Você não pode fazer nada sobre isso. Você perde o rosto, perde a visão. Você levante e, caramba, seu tornozelo dói”, acrescentou na época.

Ao longo de sua carreira, que se estendeu por cinco décadas, Alain Delon participou de pelo menos 80 filmes, muitos deles dirigidos por grandes mestres do cinema, como Jean-Pierre Melville, Luchino Visconti, Joseph Losey e Michelangelo Antonioni.

Fonte Click PB

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: