Após ataques, equipe de Claudia Leitte cita crítica seletiva

Desde a apresentação do trio elétrico Blow Out no estacionamento do Espaço das Américas, em São Paulo, no sábado (27), o nome de Claudia Leitte vem ganhando destaque entre os assuntos mais comentados do Twitter Brasil.

Muitos criticaram a atitude da cantora em realizar um show e promover aglomeração durante a pandemia da covid-19. Entre os ataques, ela foi chamada genocida.

Diante da repercussão, a equipe da artista afirmou que o evento foi realizado respeitando todas as normas de saúde impostas pelo Governo do Estado de São Paulo, no entanto, as imagens mostravam pessoas sem máscaras, o que ainda não é permitido na capital paulista.

“Só era possível entrar no local comprovando a vacinação completa da Covid-19 e, além disso, o evento foi feito com capacidade reduzida, com apenas 3 mil pessoas”, diz a nota oficial. 

“É válido mencionar que assim como o show de Claudia, outros tantos vêm acontecendo no Brasil e não foram criticados ou colocados em xeque em relação aos cuidados com a saúde do público. E não só shows, como também rodeios e estádios de futebol”, completa.

“Claudia é uma artista responsável e ciente de seu papel, jamais faria um evento sem a autorização dos órgãos atribuídos e sem os cuidados necessários. Cabe apenas refletir sobre essas críticas seletivas e aos ataques, totalmente inconcebíveis e desrespeitosos com a artista”, informa. 

Até o fechamento dessa matéria, Claudia não havia feito nenhuma publicação sobre o assunto em suas redes sociais.

Fonte Click PB

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

%d blogueiros gostam disto: